A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE BIOLOGIA E A PRÁTICA DOCENTE: AS PRINCIPAIS DIFICULDADES PARA O ENSINO DE GENÉTICA DENTRO DE UMA CONCEPÇÃO PEDAGÓGICA

Gabriela Peres de Morais Lino, Luciana Oliveira Barateli, Rodrigo da Silva Santos

Resumo


Sabe-se que atualmente a ciência faz parte da vida cotidiana dos indivíduos, e seu aprendizado ocorre no decorrer dos anos escolares. O estudo dos conteúdos ligados à ciência tem uma grande importância na vida, pois o mesmo proporciona aos alunos um pensamento crítico. Muitos estudos apontam que o maior problema enfrentado pelos professores se concentra em sua formação, sendo que os mesmos precisam estar em constante aprendizagem para passar uma educação de qualidade. Este trabalho visa à melhoria do ensino de Genética, pois é considerada parte essencial da ciência.


Palavras-chave


Ensino de Biologia; Metodologias; Aprendizagem

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Maria José P. M. de and NARDI, Roberto. Relações entre pesquisa em ensino de Ciências e formação de professores: algumas representações. Educ. Pesqui. [online]. 2013, vol.39, n.2, pp. 335-349. ISSN 1517-9702.

ARRUDA, S. M.; VILLANI, A. Mudança conceitual no ensino de ciências. Caderno Catarinense de Ensino de Física, Florianópolis, v. 11, n. 12, p. 88-99, 1994.

AYUSO, G.; BANET, E. Alternativas a la enseñanza de la genética en educación secundaria. Enseñanza de la Ciências, Chile, v. 20, n. 1, p. 133-157, 2002.

BONZANINI, T. K.; BASTOS, F.. A formação de professores de biologia e os avanços científicos recentes: demandas da prática pedagógica. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO, 6. Anais. Florianópolis, 2007.

CAMARGO, S. S.; INFANTE-MALACHIAS, M. E. A genética humana no Ensino Médio:

algumas propostas. Genética na Escola, Ribeirão Preto, v. 2, n. 1, p. 14-16, 2007.

CAMPOS, L. M. L., A. K. C. Felício & T. M. Bortoloto. A produção de jogos didáticos para o ensino de ciências e biologia: uma proposta para favorecer a aprendizagem, Caderno dos Núcleos de Ensino, 35-48, 2003.

CARBONI, P. B.; SOARES, M. A. M.. Genética molecular no ensino médio. Portal Educacional do Estado do Paraná: Artigos, 2010. Disponível: < http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br >. Acesso: 21 set. 2014.

GALIAZZI, Maria do Carmo and MORAES, Roque. Educação pela pesquisa como modo, tempo e espaço de qualificação da formação de professores de ciências. Ciênc. educ. (Bauru) [online]. 2002, vol.8, n.2, pp. 237-252. ISSN 1516-7313.

JANN, P. N.; LEITE, M. F.. Jogo do DNA: um instrumento pedagógico para o ensino de ciências e biologia. Ciências & Cognição, v.15, p. 2, 2010.

JUSTINA, L. A. D.; BARRADAS, C. M.. As opiniões sobre o ensino de Genética numa amostra de professores de Biologia no nível médio. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 4. Anais. Bauru, 2003.

KRASILCHICK, M. O professor e o currículo das ciências. Coleção Temas básicos de Educação e Ensino. São Paulo, Ed. EPU, 80 p, 2005.

KRASILCHICK, M. Prática de ensino de biologia. 4. ed. São Paulo: Edusp, 2004.

KREUSER. H; MASSEY. A. Engenharia genética e biotecnologia. 2 ed. São Paulo: Artmed, 2002.

LIOTTI, L. C.; OLIVEIRA, O. B.. Um estudo sobre o uso de suporte tecnológico no ensino de Biologia – genética. Curitiba: Programa de Desenvolvimento Educacional, 2008. Disponível: . Acesso: 21 Set 2014.

LORENZETTI L. Alfabetização científica no contexto das séries iniciais. Florianópolis: UFSC; 2000. 128p. Dissertação (Mestrado em Educação), Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Federal de Santa Catarina, 2000.

MELO, José Romário de; CARMO, Edinaldo Medeiros. Investigações sobre o ensino de Genética e Biologia Molecular no Ensino Médio brasileiro: reflexões sobre as publicações científicas. Ciênc. educ. (Bauru) [online]. 2009, vol.15, n.3, pp. 592-611. ISSN 1516-7313.

PAVAN, O. H. O. et al. Evoluindo Genética: um jogo educativo. 1. Ed. Campinas: Ed. Unicamp, 1998.

REIS, T. A.; ROCHA, L. S. S.; OLIVEIRA, L. P.; LIMA, M. M. O. O Ensino de Genética e a Atuação da Mídia. Piauí, 2010.

RODRIGUES, Carla Gonçalves; KRUGER, Verno and SOARES, Alessandro Cury. Uma hipótese curricular para a formação continuada de professores de Ciências e de Matemática. Ciênc. educ. (Bauru) [online]. 2010, vol.16, n.2, pp. 415-426. ISSN 1516-7313.

SANTOS, Flávia Maria Teixeira dos and GRECA, Ileana María. Metodologias de pesquisa no ensino de ciências na América Latina: como pesquisamos na década de 2000. Ciênc. educ. (Bauru) [online]. 2013, vol.19, n.1, pp. 15-33. ISSN 1516-7313.

SCHEID, N. M. J., PANSERA DE ARAÚJO, M.C. O ensino de genética e as implicações éticas no currículo escolar. In: 47º Congresso Nacional de Genética. 2001, São Paulo. Anais. Águas de Lindóia, São Paulo, p. 1067, 2001.

SILVA, R. M., TRIVELATO, S. L. F. Os livros didáticos de biologia do século XX. In:

II Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 1999, Bauru. Atas do Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Bauru: ABRAPEC, 1999. vol. 2. Cd room.

SOARES, K. C.; PINTO, M. C.; ROCHA, M. O. Cada lócus por si mesmo: por onde andam esses genes? Genética na sala de aula: estratégias de ensino e aprendizagem. Rio de Janeiro: PROMED/UFRJ, 2005.

TEIXEIRA, P. M. M.; MEGID-NETO, J. Investigando a pesquisa educacional: um estudo enfocando dissertações e teses sobre o ensino de biologia no Brasil. Investigações em Ensino de Ciências, Porto Alegre, v. 11, n. 2, p. 261-282, 2006.

VIANNA, Deise Miranda and CARVALHO, Anna Maria Pessoa de. Formação permanente: a necessidade da interação entre a Ciência dos cientistas e a Ciência da sala de aula. Ciênc. educ. (Bauru) [online]. 2000, vol.6, n.1, pp. 30-42. ISSN 1516-7313.

XAVIER, Márcia Cristina Fernandes; FREIRE, Alexandre de Sá and MORAES, Milton Ozório. A nova (moderna) biologia e a genética nos livros didáticos de biologia no ensino médio. Ciênc. educ. (Bauru) [online]. 2006, vol.12, n.3, pp. 275-289. ISSN 1980-850X.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.